constelação familiar (33) frustração (28) Bert Hellinger (21) alegria (21) amor (18) família (18) constelação (14) doença (13) casamento (11) dinheiro (9) felicidade (9) relacionamento (9) confusão (8) depressão (8) problemas (8) separação (8) tristeza (8) consequência (6) depressão masculina (6) filhos (6) morte (6) desgaste (5) desordem (5) dor (5) familiar (5) gravidez (5) sucesso (5) casal (4) crianças (4) sistemica (4) trabalho (4) alzheimer (3) amor fraternal (3) carência (3) crise (3) dificuldade (3) dificuldades na leitura fala e aprendizado (3) equilíbrio (3) excesso (3) fidelidade (3) fome (3) medicina (3) mudança (3) mulher (3) mãe (3) riqueza (3) sintomas (3) solidão (3) traumas (3) abandono (2) adolescente (2) alcoolismo (2) assassinato (2) autoconhecimento (2) cancer (2) constatação (2) cuidado (2) emprego (2) espirros (2) estresse (2) exame (2) gasto (2) mentira (2) mioma (2) monstros (2) médico (2) pais (2) perdão (2) profissão (2) saúde (2) sobrevivência (2) suicídio (2) tosse (2) 10 cartórios (1) Joel Aleixo (1) acidente (1) alcoólatra (1) apetite insaciável (1) barriga (1) bebê (1) beleza (1) bullying (1) cabelo (1) cabeça (1) cansaço (1) certidão (1) chapinha (1) cidadania (1) crime (1) cromossomo (1) cão (1) dengue (1) descobertas (1) descontrole (1) descuido (1) desemprego (1) detran (1) dia-a-dia (1) diarréia (1) dor nas costas (1) dúvida (1) empresa (1) esterelidade masculina (1) estética (1) exercício (1) florais (1) gato (1) gripe suína (1) guerra (1) habilitação (1) homem (1) idoso (1) independência (1) irmãos (1) irmãs (1) juventude (1) klinefelter (1) livro (1) mal estar (1) mamografia (1) mosquito (1) mãe solteira (1) namoro (1) noivado (1) novidade (1) odiar os homens (1) paciente (1) poder judiciário (1) poupatempo (1) progressiva (1) pênis (1) remédio (1) representante (1) segredo (1) seios (1) síndrome (1) tarot (1) teimosia (1) teste (1) tragédia (1) traição (1) vacina (1) verme (1) violência (1) visual (1) água (1) ética (1) útero (1)

A holística, o dinheiro, o valor

Por trabalhar nesta área da holística já ouvi muitas pessoas me dizerem que "quem trabalha com isso não deveria cobrar, afinal é um dom ajudar as pessoas". Fiquei muito tempo com esta cobrança em minha mente, e muitas vezes ficava sem graça em dizer o quanto custaria meu trabalho. E aos poucos os clientes foram diminuindo, até que cheguei no ponto em que acreditava ter feito alguma coisa muito errada. Busquei muitas respostas e quase desisti, voltando à vida "normal" dos antigos empregos e em função apenas do dinheiro. Foi então que percebi qual era o meu erro: não valorizar meu tempo e meu trabalho, uma vez que vivo apenas com este rendimento.

No início foi difícil mudar a minha postura, mas aos poucos fui conseguindo mudar esta vibração de "desvalor". Tenha respeito pelos profissionais holísticos sérios, pois fazemos cursos e mais cursos, que custam - e muito, às vezes, você nem imagina - dinheiro, além de muitos livros, materiais e tempo para estudar tudo. Terapia alternativa não significa aprender de qualquer jeito, com qualquer um, qualquer coisa. E como qualquer mortal que vive numa comunidade civilizada, temos contas a pagar, impostos e tudo mais. É um dom, sim, mas tem que ser infinitamente aperfeiçoado - imagine um grande médico que nunca participa de congressos: como vai conhecer os avanços da medicina? Na área holística, é a mesma coisa: constantemente precisamos nos reciclar, fazendo cursos, participando de palestras e congressos, navegando horas pela Internet em busca novidades na área e - ufa - fora os livros que temos que adquirir e que muitas vezes são muito caros, além do material de uso em cada tipo de terapia. É claro que isto não justifica valores abusivos que alguns "profissionais" cobram, mas esteja atento à estrutura: se a pessoa vai até sua residência ela cobra uma pequena taxa a mais porque perde muito tempo no trânsito, mas ao mesmo tempo depende apenas de uma linha telefônica para ser contatada; se atende em sua residência praticamente não tem muitos gastos, pois a pessoa vive ali e utiliza uma área para atendimento; numa clínica os gastos são grandes pois a estrutura exige secretária, linhas telefônicas, luz, impostos, etc.

Agora, os amigos, um capítulo à parte. Eu atendia gratuitamente meus amigos. Muitos estranhos se aproximaram com a intenção de serem "amigos". Às vezes lhes fornecia gratuitamente os florais (que tem custo alto para mim), muitas vezes deixava de atender outras pessoas para ficarmos horas numa consulta de Tarô. Um dia levei uma bronca de um grande amigo: "se você tivesse uma mercearia deixaria seus amigos levarem toda a mercadoria embora, por causa da amizade? Você não impõe respeito e eles muito menos o tem por você! Você vai me cobrar sim e faço questão de pagar, senão não volto mais". Desde então meus amigos pagam suas consultas normalmente - e o mais incrível - ficamos muito mais amigos! Claro que alguns sumiram por outros motivos, mas agora percebo o quanto me deixava ser sugada por alguns deles.

Bem, com tudo isso quis mostrar à você que todos nós que habitamos este lindo planeta temos muitas coisas em comum. Dê valor àquilo que você faz, dê valor ao tempo que você gasta no seu aperfeiçoamento, dê valor às suas horas de descanso e lazer, porque se você não enxergar o seu valor, como os outros vão respeitá-lo? E o respeito traz segurança, autoconfiança; traz a consciência de estarmos fazendo aquilo que gostamos, ou não; e se fazemos o que fazemos com amor... o dinheiro é só conseqüência. Lembre-se: o dinheiro deve ser sempre a conseqüência, nunca a causa!

Faça como quem lida com um animal de estimação, um cão, por exemplo. Quanto mais respeito, afeto, carinho e comida damos à ele, mais ele nos retribui com sua companhia e seu amor incondicional. Pense no dinheiro agora: você o trata bem? Muitos amaldiçoam o dinheiro quando não o tem ("dinheiro é uma desgraça", "é uma droga minha vida, não posso fazer nada porque não tenho dinheiro"), e quando ganham o abençoam ("ah, Graças a Deus agora tenho dinheiro para..."). Não é ambíguo? Como você acha que o dinheiro vai perder o medo de você? Quando ele fica longe você o xinga e quando ele está perto você o agarra desesperadamente? Você se aproximaria de alguém assim? Mude sua postura! Faça com que o dinheiro se aproxime, mas não devemos ser escravos dele, e sim nosso aliado!

4 comentários:

  1. Maristela14/6/09 21:23

    Oi Concordo plenamente com o seu amigo! Tudo bem que a pessoa tem um dom para ajudar, mas ela precisa se alimentar, vestir etc. Claro que temos exploradores neste munto, assim como médicos falsos.
    Maristel Pereira - Maristepereira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Respeito e atendo o que foi dito atrás, sobre o dinheiro, etc, etc. Passando os olhos por um dos vossos panfletos que encontrei algures,
    não pude,no entanto,deixar de ficar algo surpreso com a exorbitância
    dos preços - neste caso sobre ´Das Constelações Familiares....´ para frequentar a vossa Formação. Três mil euros? Desculpem, os senhores estão ´descontextualizados´, só pode ser! Há Licenciaturas de formação profissional, que são sempre uma mais-valia na vida das pessoas, que custam menos dinheiro. Tenham paciência, não inventem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anônimo!
      Pena que você não se identifica ou coloca seu e-mail, assim eu poderia lhe perguntar: onde você viu a informação de que eu ministro algum curso que custa três mil euros??? Eu, Cristina Maruju, não ministro nenhum curso ou treinamento, eu não sei realmente onde você encontrou esta informação falsa...

      Excluir
  3. Oi Cris, acho que no teu texto faltou incluir um aspecto importante: além das formações, materiais, tempo e gastos materiais(de3a dimensão como eu gosto de dizer) temos um outro custo. O custo de nos mantermos em tratamento constante! Não tem como ser um bom terapeuta se você não se tratar, e muiito, então para ter um bom terapeuta aquela pessoa investe pesado em diversas formas de tratamento para si mesmo,o que custa muito caro também!!!!

    ResponderExcluir

Olá!
COMENTÁRIOS ENVIADOS AO MEU E-MAIL COMO "ANÔNIMO" NÃO PODEM SER RESPONDIDOS (o sistema não identifica você, então como vou responder?)

Se você quiser uma resposta rápida, pessoal e direta, mande para curapessoal@gmail.com, e não se esqueça de colocar o seu e-mail para que eu possa responder.

POSTAGENS QUE CONTEREM NOMES DE MEDICAMENTOS SERÃO DESCARTADAS (para não conduzirem à automedicação) OU EDITADAS.

Postagens que eu considerar inapropriadas por conter nomes que comprometam terceiros serão descartadas.