constelação familiar (28) frustração (26) alegria (20) Bert Hellinger (18) amor (15) família (14) doença (11) casamento (10) constelação (9) confusão (8) dinheiro (8) separação (8) tristeza (8) felicidade (7) problemas (7) relacionamento (7) consequência (6) morte (6) depressão masculina (5) filhos (5) sucesso (5) depressão (4) desgaste (4) familiar (4) gravidez (4) sistemica (4) trabalho (4) amor fraternal (3) crianças (3) desordem (3) dor (3) equilíbrio (3) excesso (3) medicina (3) mudança (3) mulher (3) riqueza (3) sintomas (3) solidão (3) traumas (3) adolescente (2) alzheimer (2) casal (2) constatação (2) cuidado (2) dificuldades na leitura fala e aprendizado (2) emprego (2) espirros (2) exame (2) fome (2) gasto (2) monstros (2) mãe (2) médico (2) profissão (2) saúde (2) sobrevivência (2) suicídio (2) tosse (2) 10 cartórios (1) Joel Aleixo (1) abandono (1) acidente (1) alcoolismo (1) alcoólatra (1) apetite insaciável (1) autoconhecimento (1) barriga (1) bebê (1) beleza (1) cabelo (1) cabeça (1) cancer (1) carência (1) certidão (1) chapinha (1) cidadania (1) crise (1) cromossomo (1) dengue (1) descobertas (1) descontrole (1) descuido (1) desemprego (1) detran (1) dia-a-dia (1) diarréia (1) dificuldade (1) dor nas costas (1) dúvida (1) empresa (1) esterelidade masculina (1) estresse (1) estética (1) exercício (1) fidelidade (1) florais (1) gripe suína (1) guerra (1) habilitação (1) homem (1) idoso (1) independência (1) irmãos (1) irmãs (1) juventude (1) klinefelter (1) livro (1) mal estar (1) mamografia (1) mentira (1) mioma (1) mosquito (1) mãe solteira (1) namoro (1) noivado (1) novidade (1) odiar os homens (1) paciente (1) poder judiciário (1) poupatempo (1) progressiva (1) pênis (1) remédio (1) representante (1) segredo (1) seios (1) síndrome (1) tarot (1) teimosia (1) teste (1) vacina (1) verme (1) violência (1) visual (1) água (1) ética (1) útero (1)

Sintomas causados por vermes

 Postado pela primeira vez em agosto de 2005 aqui no blog!


OBS. DA AUTORA DESTE BLOG, CRISTINA MARUJU: Resolvi colocar esta matéria novamente porque é muito interessante. NÃO INDICO NOME DE MEDICAMENTOS, EU NÃO SOU MÉDICA!!! Se você acha que está infectado por algum verme específico, PROCURE um bom médico INFECTOLOGISTA na sua cidade. Se você tiver dificuldade, procure no sistema de busca do Conselho Federal de Medicina (Opção "Serviços à população > Busca por médico").

ATENÇÃO: Esta postagem não está aberta à comentários porque eu não sou médica, e portanto não posso indicar nenhum tratamento ou medicamento. Se você apresenta algum destes sintomas, vá ao médico.





Texto original:
"Por Sônia Hirsch, "Almanaque de bichos que dão em gente", Editora Corre Cotia
 


Sintomas generalizados:

  • Mal-estar, dor de cabeça, vertigem, desconforto e fraqueza podem facilmente serem sintomas de parasitose leve ou moderada;
  • Dores ao redor do umbigo, principalmente quando se aperta;
  • Orelhas e nariz coçando, nariz escorrendo;
  • Lábios úmidos à noite e secos durante o dia;
  • Unhas roídas, em mau estado, ou com afundamento no meio da unha do polegar;
  • Coloração amarelada no branco dos olhos junto ao nariz;
  • Dores articulares nos adultos;
  • Dores na altura do coração;
  • Engasgos inexplicáveis indicando possível obstrução passageira nos tubos respiratórios;
  • Reflexos lentos, letargia, mãos muito desajeitadas;
  • Pupilas sempre dilatadas, principalmente em pessoas de cabelo claro;
  • Rosto amarelado;
  • Taquicardia;
  • Secreção excessiva de saliva (ptialismo), inclusive dormindo;
  • Dentes trincados ou rangendo à noite (bruxismo) são sintomas reconhecidos de vermes;
  • Coceira anal: sintoma detestável produzido somente por oxiúros – a zelosa parasita-mãe, que é branquinha, fina como fio de linha e mede 1 centímetro de comprimento, deixa milhares de ovinhos ao redor do ânus do hospedeiro para ter certeza de que eles vão sair e tentar a vida;

Deu no jornal: uma pesquisa entre crianças atendidas por problemas psiquiátricos no Instituto Pinel do Rio de Janeiro mostra que 74% têm parasitoses intestinais.




  • A incidência é alta tanto entre as que apresentam os distúrbios de aprendizagem e comportamento mais comuns, como agitação e agressividade, quanto entre as crianças autistas e psicóticas;
  • O desenvolvimento da criança que tem vermes é muito prejudicado em altura e musculatura, e o aproveitamento escolar é baixo;
  • A criança geralmente tem olheiras e pele seca;
  • Queixa-se de distúrbios visuais;
  • Tem diarréias e prisão de ventre alternadas, e crises de dor que acabam passando sozinhas;
  • Faz xixi na cama, fala dormindo, range ou trinca os dentes? Podem ser sintomas;
  • A barriga é grande quando há muitas lombrigas adultas;
  • Irritabilidade, muitas vezes acompanhada por histeria, manha, mau humor e agitação, também faz pensar em vermes e na perturbação que eles podem estar causando ao hospedeiro;
  • Anemia periódica é o grande indício das verminoses: elas dificultam os processos de digestão e assimilação da comida, e o sangue sofre as conseqüências.
  • Aspecto da pessoa anêmica: pálida, pele desidratada, com olheiras. Quando estica o braço e a mão, as unhas ficam brancas ou azuladas;


Sintomas digestivos:

  • Desejo intenso por vários tipos de comida, junto com uma sensação de fome que é difícil satisfazer; comer mais que o normal e ainda sentir fome;
  • Falta súbita de apetite;
  • Arrotos, gases intestinais, indigestão, sensação de ardência no estômago;
  • Sensação de enjôo, algumas horas depois de comer, acompanhada ou não por uma dor tipo cólica logo abaixo do estômago;
  • Várias evacuações pequenas em vez de uma grande, ou fezes esfaceladas;
  • Diarréia alternando com prisão de ventre;
  • Áscaris e giárdia afetam a atividade da lactase, a enzima que ajuda a digerir lactose, o açúcar do leite;
  • Giárdia também gera má digestão de gorduras;
  • Problemas de digestão e de absorção são característicos de infecção por estrongilóides;
  • Vários vermes adultos vivem nos dutos biliares – Fasciola hepatica, Clonorchis sinensis, Strongiloides Stercoralis, Opistorchis viverrini e O. felineus;
  • A fascíola migra pelo fígado durante várias semanas até chegar aos dutos e aí pode querer alimentar-se de seu revestimento, que vai engrossando cada vez mais em resposta à agressão; o resultado é que a passagem tende a fechar, impedindo a bile de chegar ao intestino para ajudar na digestão das gorduras;
  • Ascaris, clonorchis e opistorchis também podem invadir e bloquear os dutos pancreáticos, causando pancreatite aguda;
  • O euritrema é um verme que come o pâncreas;
  • Outra que de vez em quando invade o pâncreas é a giárdia;
  • Amebas necrosam os tecidos do fígado;
  • Esquistossomas são especialistas em provocar hemorragias, tanto nas paredes intestinais quanto nas da bexiga;


Sintomas psíquicos:

  • Memória ruim;
  • Pensamentos confusos;
  • Inquietação, agitação contínua;
  • Constrangimento, timidez excessiva; Insônia, agitação noturna;
  • Depressão;
  • Apatia;
  • Angústia, sensação de opressão no peito;


Sintomas pulmonares: Toda perturbação respiratória sem causa óbvia deveria levar à investigação das parasitoses. Veja só que coleção de sintomas possíveis:

  • Entamoeba hystolitica: derrame pleural e abscesso pulmonar;
  • Toxoplasma gondii: pneumonia difusa;
  • Leishmania donovani e Plasmodium: infiltrações pulmonares pequenas;
  • Paragonimus westermani e P. kellacotti: tosse, hemoptise, bronquiectasias císticas;
  • Schistossoma mansoni e japonicum: infiltração em placas e hipertensão pulmonar;
  • Echinococcus granulosus: purulência, infiltração em placas, cistos hidáticos;
  • Strongyloides stercoralis: infiltração em placas;
  • Ancylostoma duodenale e Necator americanus: infiltração em placas;
  • Ascaris lumbricoides, Toxocara canis, cati: infiltrações migratórias e broncoespasmo;
  • Dirofilaria immitis: infiltração, lesões em forma de moeda; Trichinella spiralis: dores torácicas e sensibilidade."

O que fazer? Vá a um médico INFECTOLOGISTA ou a um clínico geral para que ele providencie a feitura de vários exames, E SÓ ASSIM, COM RESULTADOS CLÍNICOS COMPROVANDO A PRESENÇA DE VERMES, VOCÊ TERÁ A PRESCRIÇÃO DE QUAL OU QUAIS MEDICAMENTOS VOCÊ DEVERÁ TOMAR!