constelação familiar (27) frustração (26) alegria (20) Bert Hellinger (18) amor (15) família (14) doença (11) casamento (10) confusão (8) constelação (8) dinheiro (8) separação (8) tristeza (8) felicidade (7) problemas (7) relacionamento (7) consequência (6) depressão masculina (5) filhos (5) morte (5) sucesso (5) depressão (4) desgaste (4) familiar (4) gravidez (4) trabalho (4) amor fraternal (3) crianças (3) desordem (3) dor (3) equilíbrio (3) excesso (3) medicina (3) mudança (3) mulher (3) riqueza (3) sintomas (3) sistemica (3) solidão (3) traumas (3) adolescente (2) alzheimer (2) casal (2) constatação (2) cuidado (2) dificuldades na leitura fala e aprendizado (2) emprego (2) espirros (2) exame (2) fome (2) gasto (2) monstros (2) mãe (2) médico (2) profissão (2) saúde (2) sobrevivência (2) suicídio (2) tosse (2) 10 cartórios (1) Joel Aleixo (1) abandono (1) alcoolismo (1) alcoólatra (1) apetite insaciável (1) autoconhecimento (1) barriga (1) bebê (1) beleza (1) cabelo (1) cabeça (1) cancer (1) carência (1) certidão (1) chapinha (1) cidadania (1) crise (1) cromossomo (1) dengue (1) descobertas (1) descontrole (1) descuido (1) desemprego (1) detran (1) dia-a-dia (1) diarréia (1) dificuldade (1) dor nas costas (1) dúvida (1) empresa (1) esterelidade masculina (1) estresse (1) estética (1) exercício (1) fidelidade (1) florais (1) gripe suína (1) guerra (1) habilitação (1) homem (1) idoso (1) independência (1) irmãos (1) irmãs (1) juventude (1) klinefelter (1) livro (1) mal estar (1) mamografia (1) mentira (1) mioma (1) mosquito (1) mãe solteira (1) namoro (1) noivado (1) novidade (1) odiar os homens (1) paciente (1) poder judiciário (1) poupatempo (1) progressiva (1) pênis (1) remédio (1) representante (1) segredo (1) seios (1) síndrome (1) tarot (1) teimosia (1) teste (1) vacina (1) verme (1) violência (1) visual (1) água (1) ética (1) útero (1)

Remédios vencidos - pequenas coisas que fazem diferença


Todo mundo já jogou remédio velho fora. Aliás, esta é uma boa prática para o final de ano... Utilizar um medicamento cujo prazo de validade já venceu pode causar várias reações colaterais, além de poder intoxicar o organismo com substâncias químicas adversas.

Agora, ao jogar um medicamento no lixo, você simplismente descarta a caixa? Saiba que nos lixões da cidade diversas pessoas, principalmente crianças, vasculham o lixo em busca de objetos de pequeno valor que possam ser aproveitados por eles próprios ou para a venda. Ao encontrar um invólucro com coisinhas coloridas, na maior parte das vezes as crianças mais ingênuas acreditam ser balas ou doces, e colocam o(s) remédio(s) na boca!

Por isso, quando jogar fora:
- comprimidos e cápsulas: destaque-as uma a uma diretamente na privada, dando a descarga;
- xaropes ou outros líquidos: despeje na pia com a torneira aberta para não grudar no encanamento;
- medicamentos em pó (como talcos): despeje direto no saco do lixo, tirando da embalagem original e espalhando o pó.

Imagine que com uma simples atitude como esta você pode estar salvando uma criança de uma bela, no mínimo, intoxicação...

E aproveite para descartar as embalagens para a reciclagem!!!

5 comentários:

  1. Anônimo2/7/07 16:49

    Olá

    Não concordo com a prática de jogar comprimidos e medicamentos em pó no lixo comum, e menos ainda os medicamentos líquidos nos ralos das pias ou vaso sanitário, pois ao meu ver, podemos estar contaminado a água e o solo.
    Alguém saberia me informar se algum orgão sanitário faz a coleta destes medicamentos para que sejam incinerados? Talvez as farmácias e drogarias poderiam recolher, já que todo o material de uso do prórpio estabelecimento é recolhido semanalmente.
    Aguardo alguém que possa me esclarecer esta dúvida.
    Grata.
    Daniela

    ResponderExcluir
  2. Oi Daniela, tudo bem?

    Não faço a menor idéia se há algum tipo de coleta, acredito que não. Se vc souber me avisa para que coloque aqui no Blog?

    Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Sobre os medicamentos, concordo que existam problemas sociais como os que acontecem em lixões. Crianças podem muito bem se intoxicar por causa de remédios jogados inocentemente no lixo! Mas não concordo que o destino correto seja a privada ou simplesmente destruir os remedios e colocá-los no lixo comum... Eles são produtos químicos! E existe destino certo para eles. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), através da Resolução RDC 306/04, exige que estabelecimentos de
    serviços saúde disponham de Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde (PGRSS) a partir de junho de 2005. Isso inclui a cidade de São Paulo também! Portanto, acredito que o mais correto seja entregar esses medicamentos vencidos em uma farmácia ou posto de saúde que os receba, ou então entrar em contato com o SAC dos Labs Farmacêuticos para descobrir outro lugar também adequado.
    Cada um deve fazer a sua parte. E aos poucos se faz a diferença!
    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  4. Bem pessoal, fazer com que os medicamentos não cheguem até as crianças, ou que não sejam usados após o vencimento da validade é apenas um passo.

    Outro, tão importante quanto é o passo do descarte correto, mas para isso existe legislação específica. Vale conferir http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/2001/283_01.htm

    Abraços,

    Alvaro Meirelles
    www.grupomeirelles.com
    http://grupomeirelles.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá! A Droga Raia tem posto de coleta de medicamentos. Há espaço para os comprimidos, outro para os líquidos, e um terceiro para descarte.
    Não sei se há em todas as Drogas Raia, mas pelo menos na que fica no COnjunto Nacional (Av. Paulista) tem.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Olá!
COMENTÁRIOS ENVIADOS AO MEU E-MAIL COMO "ANÔNIMO" NÃO PODEM SER RESPONDIDOS (o sistema não identifica você, então como vou responder?)

Se você quiser uma resposta rápida, pessoal e direta, mande para curapessoal@gmail.com, e não se esqueça de colocar o seu e-mail para que eu possa responder.

POSTAGENS QUE CONTEREM NOMES DE MEDICAMENTOS SERÃO DESCARTADAS (para não conduzirem à automedicação) OU EDITADAS.

Postagens que eu considerar inapropriadas por conter nomes que comprometam terceiros serão descartadas.