constelação familiar (33) frustração (28) Bert Hellinger (21) alegria (21) amor (18) família (18) constelação (14) doença (13) casamento (11) dinheiro (9) felicidade (9) relacionamento (9) confusão (8) depressão (8) problemas (8) separação (8) tristeza (8) consequência (6) depressão masculina (6) filhos (6) morte (6) desgaste (5) desordem (5) dor (5) familiar (5) gravidez (5) sucesso (5) casal (4) crianças (4) sistemica (4) trabalho (4) alzheimer (3) amor fraternal (3) carência (3) crise (3) dificuldade (3) dificuldades na leitura fala e aprendizado (3) equilíbrio (3) excesso (3) fidelidade (3) fome (3) medicina (3) mudança (3) mulher (3) mãe (3) riqueza (3) sintomas (3) solidão (3) traumas (3) abandono (2) adolescente (2) alcoolismo (2) assassinato (2) autoconhecimento (2) cancer (2) constatação (2) cuidado (2) emprego (2) espirros (2) estresse (2) exame (2) gasto (2) mentira (2) mioma (2) monstros (2) médico (2) pais (2) perdão (2) profissão (2) saúde (2) sobrevivência (2) suicídio (2) tosse (2) 10 cartórios (1) Joel Aleixo (1) acidente (1) alcoólatra (1) apetite insaciável (1) barriga (1) bebê (1) beleza (1) bullying (1) cabelo (1) cabeça (1) cansaço (1) certidão (1) chapinha (1) cidadania (1) crime (1) cromossomo (1) cão (1) dengue (1) descobertas (1) descontrole (1) descuido (1) desemprego (1) detran (1) dia-a-dia (1) diarréia (1) dor nas costas (1) dúvida (1) empresa (1) esterelidade masculina (1) estética (1) exercício (1) florais (1) gato (1) gripe suína (1) guerra (1) habilitação (1) homem (1) idoso (1) independência (1) irmãos (1) irmãs (1) juventude (1) klinefelter (1) livro (1) mal estar (1) mamografia (1) mosquito (1) mãe solteira (1) namoro (1) noivado (1) novidade (1) odiar os homens (1) paciente (1) poder judiciário (1) poupatempo (1) progressiva (1) pênis (1) remédio (1) representante (1) segredo (1) seios (1) síndrome (1) tarot (1) teimosia (1) teste (1) tragédia (1) traição (1) vacina (1) verme (1) violência (1) visual (1) água (1) ética (1) útero (1)

Na orelha só entra o cotovelo!


Copiado na íntegra do site da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, a ABORLCCF.

"Cuidado com o uso das hastes de algodão

28/7/2003

Para limpar os ouvidos corretamente é necessário apenas um pano ou lenço de papel. Os médicos advertem: cotonetes podem machucar o canal auditivo e até causar perdas na audição

Todo mundo fica tentando limpar os ouvidos com hastes de algodão (os conhecidos cotonetes). Entretanto, isso é um erro grave. Os ouvidos são dotados de um sistema de "auto-limpeza" que garante, na maioria das vezes, que a cera seja eliminada espontaneamente pelo canal auditivo. Devemos apenas remover o excedente, ou seja, aquilo que está fora do canal propriamente dito.

Quando colocamos as hastes de algodão, normalmente o que fazemos é empurrar a cera mais profundamente, facilitando o seu acúmulo. Outra complicação freqüente é o traumatismo da pele do ouvido (eczema), que também tem seu problema agravado com esses instrumentos.

Existem situações pitorescas e graves: às vezes a pessoa está limpando o ouvido e alguém, inadvertidamente (uma criança correndo no banheiro, por exemplo), pode empurrar seu braço, fazendo com que o cotonete penetre até o fundo do canal auditivo, traumatizando a membrana do tímpano e provocando muita dor que, às vezes, causa perdas auditivas mais sérias.

Assim, a higiene do ouvido deve ser feita somente externamente, de preferência sem produtos químicos (como o shampoo ou sabonete), com um pano não áspero ou lenço de papel. Quando houver um acúmulo excessivo de cera, tampando os ouvidos e causando perda de audição, um especialista deve proceder a limpeza.

A única coisa que deve penetrar os ouvidos é o som, de preferência de boa qualidade e não muito alto. Como diziam "os antigos", a orelha se limpa com os cotovelos..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
COMENTÁRIOS ENVIADOS AO MEU E-MAIL COMO "ANÔNIMO" NÃO PODEM SER RESPONDIDOS (o sistema não identifica você, então como vou responder?)

Se você quiser uma resposta rápida, pessoal e direta, mande para curapessoal@gmail.com, e não se esqueça de colocar o seu e-mail para que eu possa responder.

POSTAGENS QUE CONTEREM NOMES DE MEDICAMENTOS SERÃO DESCARTADAS (para não conduzirem à automedicação) OU EDITADAS.

Postagens que eu considerar inapropriadas por conter nomes que comprometam terceiros serão descartadas.