constelação familiar (33) frustração (28) Bert Hellinger (21) alegria (21) amor (18) família (18) constelação (14) doença (13) casamento (11) dinheiro (9) felicidade (9) relacionamento (9) confusão (8) depressão (8) problemas (8) separação (8) tristeza (8) consequência (6) depressão masculina (6) filhos (6) morte (6) desgaste (5) desordem (5) dor (5) familiar (5) gravidez (5) sucesso (5) casal (4) crianças (4) sistemica (4) trabalho (4) alzheimer (3) amor fraternal (3) carência (3) crise (3) dificuldade (3) dificuldades na leitura fala e aprendizado (3) equilíbrio (3) excesso (3) fidelidade (3) fome (3) medicina (3) mudança (3) mulher (3) mãe (3) riqueza (3) sintomas (3) solidão (3) traumas (3) abandono (2) adolescente (2) alcoolismo (2) assassinato (2) autoconhecimento (2) cancer (2) constatação (2) cuidado (2) emprego (2) espirros (2) estresse (2) exame (2) gasto (2) mentira (2) mioma (2) monstros (2) médico (2) pais (2) perdão (2) profissão (2) saúde (2) sobrevivência (2) suicídio (2) tosse (2) 10 cartórios (1) Joel Aleixo (1) acidente (1) alcoólatra (1) apetite insaciável (1) barriga (1) bebê (1) beleza (1) bullying (1) cabelo (1) cabeça (1) cansaço (1) certidão (1) chapinha (1) cidadania (1) crime (1) cromossomo (1) cão (1) dengue (1) descobertas (1) descontrole (1) descuido (1) desemprego (1) detran (1) dia-a-dia (1) diarréia (1) dor nas costas (1) dúvida (1) empresa (1) esterelidade masculina (1) estética (1) exercício (1) florais (1) gato (1) gripe suína (1) guerra (1) habilitação (1) homem (1) idoso (1) independência (1) irmãos (1) irmãs (1) juventude (1) klinefelter (1) livro (1) mal estar (1) mamografia (1) mosquito (1) mãe solteira (1) namoro (1) noivado (1) novidade (1) odiar os homens (1) paciente (1) poder judiciário (1) poupatempo (1) progressiva (1) pênis (1) remédio (1) representante (1) segredo (1) seios (1) síndrome (1) tarot (1) teimosia (1) teste (1) tragédia (1) traição (1) vacina (1) verme (1) violência (1) visual (1) água (1) ética (1) útero (1)

Pesquisa faz alerta sobre níveis de glicose normais, porém perto do limite

Extraído do site G1 na íntegra:

"Açúcar no sangue em torno de 90 decilitros por mg já preocupa.
Combinação com obesidade ou outros problemas deve ser alerta.

Luis Fernando Correia Especial para o G1

Níveis normais, porém próximos do limite superior podem ser um sinal de alerta para o aparecimento futuro do diabetes. O alerta vem de um grupo de pesquisadores israelenses que avaliaram mais de treze mil homens. O estudo foi realizado entre 1992 e 2004 e acompanhou membros das forças armadas israelenses com idades entre 26 e 45 anos.

Os dados comparados envolviam amostras de sangue, história familiar de diabetes, índice de massa corporal, atividade física, tabagismo e idade. Os níveis de glicose no sangue aceitos atualmente apontam para um limite máximo de 100 mg por decilitro, mas será que estar mais próximo ou mais longe desse limite se traduz em maior risco?

Após analisarem todas as variáveis do grupo e as compararem com o aparecimento de diabetes, os especialistas chegaram a algumas conclusões. Uma glicose de jejum acima de 87 se traduz em um risco aumentado para o desenvolvimento de diabetes no futuro, principalmente quando associado a outros fatores. Triglicerídeos altos, acima de 150, associados à glicemia de jejum acima de 91, indicam um risco oito vezes maior de ter diabetes mais tarde do que se a glicose estivesse abaixo de 87 e os triglicerídeos abaixo de 150.

O efeito combinado de um índice de massa corporal acima de 30 (caracterizando obesidade) e níveis de glicose de jejum acima de 91 também levam o risco a ser mais de oito vezes maior. A conclusão dos pesquisadores é que mesmo com níveis de glicose de jejum dentro do que se entende como normais, se esses estiverem altos, o risco do diabetes no futuro é maior."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
COMENTÁRIOS ENVIADOS AO MEU E-MAIL COMO "ANÔNIMO" NÃO PODEM SER RESPONDIDOS (o sistema não identifica você, então como vou responder?)

Se você quiser uma resposta rápida, pessoal e direta, mande para curapessoal@gmail.com, e não se esqueça de colocar o seu e-mail para que eu possa responder.

POSTAGENS QUE CONTEREM NOMES DE MEDICAMENTOS SERÃO DESCARTADAS (para não conduzirem à automedicação) OU EDITADAS.

Postagens que eu considerar inapropriadas por conter nomes que comprometam terceiros serão descartadas.