constelação familiar (33) frustração (28) Bert Hellinger (21) alegria (21) amor (18) família (18) constelação (14) doença (13) casamento (11) dinheiro (9) felicidade (9) relacionamento (9) confusão (8) depressão (8) problemas (8) separação (8) tristeza (8) consequência (6) depressão masculina (6) filhos (6) morte (6) desgaste (5) desordem (5) dor (5) familiar (5) gravidez (5) sucesso (5) casal (4) crianças (4) sistemica (4) trabalho (4) alzheimer (3) amor fraternal (3) carência (3) crise (3) dificuldade (3) dificuldades na leitura fala e aprendizado (3) equilíbrio (3) excesso (3) fidelidade (3) fome (3) medicina (3) mudança (3) mulher (3) mãe (3) riqueza (3) sintomas (3) solidão (3) traumas (3) abandono (2) adolescente (2) alcoolismo (2) assassinato (2) autoconhecimento (2) cancer (2) constatação (2) cuidado (2) emprego (2) espirros (2) estresse (2) exame (2) gasto (2) mentira (2) mioma (2) monstros (2) médico (2) pais (2) perdão (2) profissão (2) saúde (2) sobrevivência (2) suicídio (2) tosse (2) 10 cartórios (1) Joel Aleixo (1) acidente (1) alcoólatra (1) apetite insaciável (1) barriga (1) bebê (1) beleza (1) bullying (1) cabelo (1) cabeça (1) cansaço (1) certidão (1) chapinha (1) cidadania (1) crime (1) cromossomo (1) cão (1) dengue (1) descobertas (1) descontrole (1) descuido (1) desemprego (1) detran (1) dia-a-dia (1) diarréia (1) dor nas costas (1) dúvida (1) empresa (1) esterelidade masculina (1) estética (1) exercício (1) florais (1) gato (1) gripe suína (1) guerra (1) habilitação (1) homem (1) idoso (1) independência (1) irmãos (1) irmãs (1) juventude (1) klinefelter (1) livro (1) mal estar (1) mamografia (1) mosquito (1) mãe solteira (1) namoro (1) noivado (1) novidade (1) odiar os homens (1) paciente (1) poder judiciário (1) poupatempo (1) progressiva (1) pênis (1) remédio (1) representante (1) segredo (1) seios (1) síndrome (1) tarot (1) teimosia (1) teste (1) tragédia (1) traição (1) vacina (1) verme (1) violência (1) visual (1) água (1) ética (1) útero (1)

Constelações Sistêmicas: A maldição no amor

Aconteceu no meu workshop de constelação familiar: jovem mulher, colocou como questão os relacionamentos. Depois de passar alguns meses casada, o marido a abandonou, sem dar explicações.

Depois de colocar uma representante para ela e outra pessoa para o relacionamento e ambos se comportarem de forma estranha, resolvi colocar seus pais e uma criança perdida (uma irmã, que a mãe perdeu na gravidez). A criança não
fazia conexão com o pai, se sentia incomodada com ele, e com a mãe a conexão era fria, parecia distante. Coloquei a avó, que imediatamente colocou-se ao lado da criança, e me disse que culpava a mãe por ter feito isso. Coloquei então mais três gerações atrás da avó, para descobrir se algo grave havia acontecido antes. Pedi para que cada um dos três casais se olhassem, e o último casal formado imediatamente se afastou. Ali estava o problema.

Questionado, o representante do homem disse que se sentia abandonado pela mulher, e a representante dela confirmou. Coloquei então outro homem, para saber se ela havia abandonado o marido por isso, e rapidamente ela foi até o novo homem colocado. O marido estava indignado, profundamente triste, sentindo-se mal. Pedi que ele dissesse à todas as pessoas na constelação (que já eram várias, alguns detalhes e a colocação de outros representantes não vem ao caso): "eu amaldiçôo todos vocês", e depois que ele disse isso, antes a contragosto, o representante sorriu e disse que se sentia muito bem! "Eu amaldiçôo a todos vocês no amor e na felicidade", fiz o representante dizer em alto e bom som, que sorria cada vez mais feliz. Fiz a representante da cliente se aproximar dele e dizer que, por amor, ela vivia como ele, infeliz no amor, e que continuaria a maldição. Ele disse que se sentia bem ouvindo isso, e estava com uma expressão de contentamento total no rosto.

Pedi então que a cliente, junto de sua representante, mais todos os participantes da constelação, ajoelhassem-se e, de cabeças baixas, dissessem "por amor à você, e em sua homenagem", e depois "por favor". Ao ouvir isso, este homem, 5 gerações antes da cliente, disse estar "amolecendo", vendo todas as pessoas (cerca de 15) ajoelhadas, em coro, reverenciando seu sofrimento. Pedi que todos dissessem ainda "nós sentimos muito", e o representante diz que quer se deitar, e estava sentindo que o sentimento de ódio estava desaparecendo. Pedi então que todos dissessem "muito obrigado", e o representante foi ao chão. Ao deitar-se, pedi que ele dissesse, com todos ainda de cabeça baixa e de joelhos, "eu abençôo a todos vocês, com a felicidade no amor e em tudo mais que vocês desejarem".

Incrível, não? Como o sofrimento de uma pessoa pode perdurar por tantos anos e tantas gerações... E certamente, todos as pessoas desta família serão beneficiadas com o fim desta maldição. Fora todos os participantes, que adoraram pegar essa carona!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
COMENTÁRIOS ENVIADOS AO MEU E-MAIL COMO "ANÔNIMO" NÃO PODEM SER RESPONDIDOS (o sistema não identifica você, então como vou responder?)

Se você quiser uma resposta rápida, pessoal e direta, mande para curapessoal@gmail.com, e não se esqueça de colocar o seu e-mail para que eu possa responder.

POSTAGENS QUE CONTEREM NOMES DE MEDICAMENTOS SERÃO DESCARTADAS (para não conduzirem à automedicação) OU EDITADAS.

Postagens que eu considerar inapropriadas por conter nomes que comprometam terceiros serão descartadas.