constelação familiar (33) frustração (28) Bert Hellinger (21) alegria (21) amor (18) família (18) constelação (14) doença (13) casamento (11) dinheiro (9) felicidade (9) relacionamento (9) confusão (8) depressão (8) problemas (8) separação (8) tristeza (8) consequência (6) depressão masculina (6) filhos (6) morte (6) desgaste (5) desordem (5) dor (5) familiar (5) gravidez (5) sucesso (5) casal (4) crianças (4) sistemica (4) trabalho (4) alzheimer (3) amor fraternal (3) carência (3) crise (3) dificuldade (3) dificuldades na leitura fala e aprendizado (3) equilíbrio (3) excesso (3) fidelidade (3) fome (3) medicina (3) mudança (3) mulher (3) mãe (3) riqueza (3) sintomas (3) solidão (3) traumas (3) abandono (2) adolescente (2) alcoolismo (2) assassinato (2) autoconhecimento (2) cancer (2) constatação (2) cuidado (2) emprego (2) espirros (2) estresse (2) exame (2) gasto (2) mentira (2) mioma (2) monstros (2) médico (2) pais (2) perdão (2) profissão (2) saúde (2) sobrevivência (2) suicídio (2) tosse (2) 10 cartórios (1) Joel Aleixo (1) acidente (1) alcoólatra (1) apetite insaciável (1) barriga (1) bebê (1) beleza (1) bullying (1) cabelo (1) cabeça (1) cansaço (1) certidão (1) chapinha (1) cidadania (1) crime (1) cromossomo (1) cão (1) dengue (1) descobertas (1) descontrole (1) descuido (1) desemprego (1) detran (1) dia-a-dia (1) diarréia (1) dor nas costas (1) dúvida (1) empresa (1) esterelidade masculina (1) estética (1) exercício (1) florais (1) gato (1) gripe suína (1) guerra (1) habilitação (1) homem (1) idoso (1) independência (1) irmãos (1) irmãs (1) juventude (1) klinefelter (1) livro (1) mal estar (1) mamografia (1) mosquito (1) mãe solteira (1) namoro (1) noivado (1) novidade (1) odiar os homens (1) paciente (1) poder judiciário (1) poupatempo (1) progressiva (1) pênis (1) remédio (1) representante (1) segredo (1) seios (1) síndrome (1) tarot (1) teimosia (1) teste (1) tragédia (1) traição (1) vacina (1) verme (1) violência (1) visual (1) água (1) ética (1) útero (1)

Constelações Sistêmicas: Amor à toda prova = doença

Outra dinâmica muito comum que vemos nas constelações familiares é a ligação com os mortos. E às vezes a ligação é tão profunda que a pessoa procura a morte como prova de amor. Sim, a maioria de nós é suicida...

Trabalhei como representante de uma mulher que diz ter passado por várias doenças, e agora vive com a sombra do câncer. Ela conta que quando seus pais ainda estavam vivos, ela lutava para que eles não sofressem, e agora que eles estão falecidos, ela não tem com quem se preocupar, neste sentido.

Quando algumas pessoas foram colocadas no trabalho representando os mortos, eu, representante da mulher, imediatamente me deitei, olhando nos olhos deles, como se ali fosse mais divertido que qualquer outro lugar. E eu ainda dizia que ali era legal, era uma festa para mim. E eu mal olhava para os meus pais, que também estavam no mundo dos mortos, e que também queriam estar lá. Mas meu amor maior era pelos outros - que segundo a mulher eram seus irmãos - e quando foi pedido que eles dissessem que eu não poderia ficar ali, nossa, que tristeza... Me levantei, olhando com tristeza para eles, e várias vezes tentava me deitar novamente, mas não pareceu mais tão legal ficar lá...

Foi pedido pelo facilitador que eu me afastasse dali e fosse em direção à uma pessoa que foi colocada representando a vida, e quando olhei para ela, disse rapidamente que ela me assustava, que me parecia um espantalho! Tive que me esforçar muito para ir até ela, mas sempre tentava olhar e voltar para os outros, que começaram a ficar muito irritados com a minha dúvida. Os mortos não ficam em paz quando não respeitamos o tempo certo, o nosso tempo certo de viver. E o facilitador disse à cliente que respeitava essa dúvida dela e terminou assim a constelação.

A mulher veio conversar comigo depois, e me disse que "nunca vi alguém ser tão eu" e que ela sempre pensa "bom, vou deixar tudo pronto para quando a minha hora chegar". Depois algo acontece que a chama para a vida, algum trabalho, alguma coisa, e ela logo pensa "que chato, tenho que ficar mais um pouco".

As doenças respondem ao nosso chamado. Ficar doente é um jeito "aceitável" de dizer "quero morrer"...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
COMENTÁRIOS ENVIADOS AO MEU E-MAIL COMO "ANÔNIMO" NÃO PODEM SER RESPONDIDOS (o sistema não identifica você, então como vou responder?)

Se você quiser uma resposta rápida, pessoal e direta, mande para curapessoal@gmail.com, e não se esqueça de colocar o seu e-mail para que eu possa responder.

POSTAGENS QUE CONTEREM NOMES DE MEDICAMENTOS SERÃO DESCARTADAS (para não conduzirem à automedicação) OU EDITADAS.

Postagens que eu considerar inapropriadas por conter nomes que comprometam terceiros serão descartadas.