constelação familiar (33) frustração (28) Bert Hellinger (21) alegria (21) amor (18) família (18) constelação (14) doença (13) casamento (11) dinheiro (9) felicidade (9) relacionamento (9) confusão (8) depressão (8) problemas (8) separação (8) tristeza (8) consequência (6) depressão masculina (6) filhos (6) morte (6) desgaste (5) desordem (5) dor (5) familiar (5) gravidez (5) sucesso (5) casal (4) crianças (4) sistemica (4) trabalho (4) alzheimer (3) amor fraternal (3) carência (3) crise (3) dificuldade (3) dificuldades na leitura fala e aprendizado (3) equilíbrio (3) excesso (3) fidelidade (3) fome (3) medicina (3) mudança (3) mulher (3) mãe (3) riqueza (3) sintomas (3) solidão (3) traumas (3) abandono (2) adolescente (2) alcoolismo (2) assassinato (2) autoconhecimento (2) cancer (2) constatação (2) cuidado (2) emprego (2) espirros (2) estresse (2) exame (2) gasto (2) mentira (2) mioma (2) monstros (2) médico (2) pais (2) perdão (2) profissão (2) saúde (2) sobrevivência (2) suicídio (2) tosse (2) 10 cartórios (1) Joel Aleixo (1) acidente (1) alcoólatra (1) apetite insaciável (1) barriga (1) bebê (1) beleza (1) bullying (1) cabelo (1) cabeça (1) cansaço (1) certidão (1) chapinha (1) cidadania (1) crime (1) cromossomo (1) cão (1) dengue (1) descobertas (1) descontrole (1) descuido (1) desemprego (1) detran (1) dia-a-dia (1) diarréia (1) dor nas costas (1) dúvida (1) empresa (1) esterelidade masculina (1) estética (1) exercício (1) florais (1) gato (1) gripe suína (1) guerra (1) habilitação (1) homem (1) idoso (1) independência (1) irmãos (1) irmãs (1) juventude (1) klinefelter (1) livro (1) mal estar (1) mamografia (1) mosquito (1) mãe solteira (1) namoro (1) noivado (1) novidade (1) odiar os homens (1) paciente (1) poder judiciário (1) poupatempo (1) progressiva (1) pênis (1) remédio (1) representante (1) segredo (1) seios (1) síndrome (1) tarot (1) teimosia (1) teste (1) tragédia (1) traição (1) vacina (1) verme (1) violência (1) visual (1) água (1) ética (1) útero (1)

Constelações Sistêmicas: Sonho ou realidade?


Conduzi uma constelação cujo tema era trabalho: a cliente foi demitida há 11 anos de uma empresa e desde então não consegue nada satisfatório.

Sem que nenhum participante soubesse nem da questão nem quem era quem, foram escolhidos inicialmente dois representantes: ela e a empresa. E desde o início ambas se conectaram e pareciam muito felizes juntas. Estranhamos, eu e a cliente. E à medida que o tempo passou, parecia uma união feliz. Coloquei então a suposta pessoa que seria responsável pela demissão dela, e a dinâmica não teve grande alteração. As três pareciam estar em relativa harmonia. Coloquei então um representante para "um outro motivo" (desconhecido). E tudo parecia não mudar muito.

Eu e a cliente estávamos com uma grande interrogação na mente: como os representantes estariam se comportando daquela forma se ela estava desempregada há 11 anos? Resolvi então colocar algumas frases para ver o efeito. Pedi à representante da cliente que dissesse: "há 11 anos não estou mais com você" e outras frases que marcavam esse final. Mas a representante da empresa dizia que ela poderia voltar, que ela estaria de braços abertos se ela quisesse. A cliente me confidencia que a empresa tem uma política de não contrata ex-funcionários. Tudo estava muito estranho.

Pedi então que a representante da cliente dissesse à empresa: "eu sonho em voltar para você". A empresa fez uma expressão de surpresa, desconfiança, então pedi à representante da cliente que dissesse "na verdade, isso é um sonho, isso não é real". A empresa distanciou-se um pouco, então pedi que a representante da cliente ficasse repetindo sem parar a frase "isso é um sonho, isso não é real". Depois de algumas repetições, a representante da cliente começa a chorar muito e abraça a empresa. A cliente também chorava muito.

Ao se soltar do abraço, a representante da cliente diz estar se sentindo como se estivesse acordando, enxergando tudo de outra forma. Coloco então, um pouco distante, um representante para "um novo trabalho". Peço que ela olhasse para este novo trabalho, mas ela diz se sentir muito triste com essa quebra. Peço que ela olhe para empresa e diga "por muito tempo vivi graças ao sonho de ficar com você novamente, mas agora vejo que preciso seguir adiante. Muito obrigada". Ela diz sentir muito alívio, e se aproxima do novo, que peço para dizer "eu sou real". Mas ela não consegue chegar até o fim, como se faltasse algo, então peço que ela diga "quando eu olhar para o novo, me lembrarei de você (dizendo à empresa)". Terminamos.

E resolvi contar, com a permissão da cliente, qual era a questão e quem era quem, para que as pessoas pudessem aproveitar o ensinamento. E o mais interessante foi observar que, realmente, todos os representantes estavam passando por situações muito parecidas em suas vidas! A representante da cliente até brincou que a carona foi tão boa que era uma questão a menos a ser trabalhada...

Até que ponto um desejo nos tira o olhar sobre a realidade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
COMENTÁRIOS ENVIADOS AO MEU E-MAIL COMO "ANÔNIMO" NÃO PODEM SER RESPONDIDOS (o sistema não identifica você, então como vou responder?)

Se você quiser uma resposta rápida, pessoal e direta, mande para curapessoal@gmail.com, e não se esqueça de colocar o seu e-mail para que eu possa responder.

POSTAGENS QUE CONTEREM NOMES DE MEDICAMENTOS SERÃO DESCARTADAS (para não conduzirem à automedicação) OU EDITADAS.

Postagens que eu considerar inapropriadas por conter nomes que comprometam terceiros serão descartadas.